Reabertura do comércio: veja como se adaptar

Garçonete higienizando a mesa do restaurante seguindo os protocolos de reabertura do comércioCerca de 300 mil estabelecimentos foram fechados no setor da alimentação durante a pandemia, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Com o aumento progressivo da vacinação e a flexibilização, é importante pensar em como se adaptar para a reabertura do comércio.

Para muitos estabelecimentos, a alternativa para não entrar nas estatísticas, foi aderir ao delivery. Mas é o momento não apenas de se adequar a reabertura, mas também de pensar em como atender o público diante do novo cenário.

Para essa retomada, a redução da capacidade máxima de público e a higienização completa e constante parecem ser uma regra, além de claro, reforçar o uso obrigatório de máscara para entrar nos estabelecimentos. Mas trouxemos neste artigo dicas importantes para esse “novo normal”.

A importância de se planejar para a reabertura do comércio

Devido ao tamanho do Brasil, a pandemia apresenta situações diferentes em cada lugar. Por isso, é importante seguir os protocolos determinados para cada local, pensando sempre na segurança dos clientes e dos colaboradores.

É de se esperar que em vários lugares o delivery já tenha sido estabelecido como um método de vendas de grande sucesso, mas, além dele, é necessário pensar no preparo para o atendimento realizado no próprio estabelecimento. E o primeiro passo é se planejar!

Cuidados internos

Começando pelo básico, é necessário estabelecer alguns hábitos em todos os setores do seu restaurante, bar ou lanchonete. Você deve prezar pela higiene e manter o distanciamento social de, pelo menos, 2 metros, entre os clientes e entre as mesas para evitar aglomerações.

Ao gerar a conscientização da sua equipe, você já consegue deixar o ambiente mais seguro para os clientes. Afinal, eles estão depositando a confiança em você ao frequentar seu estabelecimento.

Por isso, reforce a limpeza de todo o ambiente, equipamentos e utensílios, para prevenir não apenas da Covid-19, como de outras doenças. Para isso, temos três dicas:  

  • Crie um cronograma de higienização – limpar os ambientes é importante, mas durante a pandemia é necessário intensificar essa rotina, a depender do movimento do estabelecimento. Locais como interruptor, maquineta de cartão, maçanetas, assim como mesas, bancadas, balcões, pia devem ser limpos com álcool 70%;
  • Cuidados com a equipe – é indiscutível que lavar as mãos frequentemente com água e sabão é uma das principais formas de combater o Coronavírus. Por isso, oriente sua equipe, colocando lembretes e o passo a passo da forma correta da higienização;
  • Manuseio de insumos – frutas, verduras, legumes ou outros produtos que envolvam o preparo dos alimentos devem ser higienizados antes do processo. O ideal é que fiquem de molho na água sanitária. Já para as embalagens, o álcool 70% é o mais recomendado.

Novos hábitos de atendimento

Álcool em gel disposto em um restaurante para os protocolos de reabertura do comércioAs diretrizes relacionadas à recepção e atendimento ao cliente são mais básicas. Ainda assim, importantíssimas para manter o ambiente limpo e seguro para todos.

Para isso, você deve, principalmente:

  • manter sempre um recipiente com álcool em gel 70% disponível em pontos estratégicos como no caixa, nos portões de entrada e saída e banheiros;
  • fornecer instruções sobre as medidas tomadas pelo estabelecimento, guiando os clientes.

Utilize os EPIs

Ainda sobre a segurança, é fundamental manter a proteção dos funcionários, assim como dos clientes. O uso dos Equipamentos de Proteção Individuais (os famosos EPIs) é altamente recomendado.

Pensando nisso, a Vem está produzindo máscaras faciais de acrílico, as Face Shields. Elas podem ser usadas em diversos setores do estabelecimento. Inclusive para proteger colaboradores que trabalham na área externa, como entregadores e quem tem contato direto com a chegada de mercadorias.

Mas, apesar dos EPIs auxiliarem na segurança, é essencial que sua equipe esteja treinada e preparada para o atendimento dos clientes ser realizado da forma segura para ambas as partes.

Protocolo com os clientes

Além dos cuidados com a equipe, é importante seguir alguns protocolos também com os clientes. Por isso:

  • Cheque a temperatura de todos na entrada e, se preciso direcione para um centro médico;
  • Coloque tapetes sanitizantes para que todos limpem os sapatos;
  • Disponibilize álcool na entrada, para a higienização das mãos;
  • Coloque cartazes orientando sobre o uso de máscaras dentro do estabelecimento.

Reabertura do comércio pelo mundo

Além da Europa, algumas cidades nos Estados Unidos também já vêm participando do processo de reabertura. Os protocolos são semelhantes aos adotados no Reino Unido, prezando, sempre, pelo distanciamento social para a maior segurança de funcionários e clientes, assim como a higienização reforçada dos locais.

Aqui, no Brasil, já existem alguns estados que estão passando pelos processos de reabertura levando em consideração a estabilidade dos níveis da doença e seguindo as indicações para que o número de casos diminua com a introdução das novas “rotinas” ou ao menos continue de forma estável.

Uma coisa é certa: devemos manter o otimismo! Logo o cenário vai melhorar, mas é sempre bom se adiantar com a adaptação daquilo que será oferecido ao cliente. No caso de bares e restaurantes, além de ofertar o sabor, será necessário oferecer segurança e confiança ao cliente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *